Num vídeo divulgado pelo Movimento Brasil Livre (MBL), quatro pajés de tribos esquerdistas garantem que o aumento da criminalidade só será contido se a Polícia Militar for desarmada, emasculada ou extinta de vez. O problema, portanto, não é a proliferação de meliantes e baderneiros. É a existência de uma instituição encarregada de defender a lei e a ordem. O desfile da insensatez começa com o deputado estadual Marcelo Freixo, candidato derrotado à prefeitura do Rio pelo PSOL. Para tapear gente com cérebro, ele preconiza a “desmilitarização da PM”, expressão que camufla o conjunto de mudanças que, consumadas, tornariam qualquer batalhão tão eficaz quanto uma guarda mirim.

Depois de uma curta e amalucada aparição do humorista a favor Gregório Duvivier, o senador Lindbergh Farias (PT-RJ) e a onipresente Luciana Genro, do PSOL gaúcho, retomam a lengalenga da “desmilitarização”. As coisas ficam claras com a segunda entrada em cena de Duvivier, que berra a palavra de ordem que rasgou a fantasia: “Eu quero o fim/da Polícia Militar./Não acabou. Tem que acabar”.

O que espera a turma do vídeo para baixar no Espírito Santo e ver de perto como é uma cidade sem PM? Que tal criar coragem e acompanhar com os próprios olhos as cenas exibidas no vídeo abaixo, uma confirmação apavorante do horror cotidiano imposto a milhões de capixabas pela greve ilegal dos chantagistas fardados? Por que os guerreiros da Revolução dos Idiotas não tentam negociar com a bandidagem a ressurreição da paz assassinada Talvez sobrevivam.

1 Comentário

  1. jm disse:

    Pois eu tenho a certeza de que precisamos é fortalecer e muito a policia militar. Policia é orgão repressor, repetindo, RE-PRES-SOR. O policial é um agente profissional da repressão, tem a prerrogativa de usar a força ou violencia como instrumento de repressão. O policial é um soldado portanto um combatente por definição. Combatente que necessita meter medo em criminosos. Me lembro em Sao Paulo, mario das covas toma posse como governador e a violencia dos bandidos explode nas esquinas da cidade. Mariodascovas do psdb cumpria uma de suas promessas de campanha a de “humanizar” e restringir o uso de armas pelos policiais. Me lembro do mariodascovas dizendo nas propagandas eleitorais que os policiais seriam submetidos a cursos de psicologia…o resultado foi uma explosao de bandidos aterrorizando as ruas e avenidas de SP e sou testemunha disso.

Deixe o seu comentário!


© 2007 Besta Fubana | Uma gazeta da bixiga lixa